TENDÊNCIAS
  • loft-3

    Lofts: mais que uma moradia, um estilo de vida.

    Lofts: mais que uma moradia, um estilo de vida.

    Tudo iniciou em Nova York, em regiões, como o Soho, que antes eram habitadas por fábricas, com construções amplas e vãos livres, que começaram a atrair artistas e os seus ateliês que se transformaram também em suas casas. Mas foi nos anos 70 que os Lofts se popularizaram e tornaram-se uma opção mais cara de moradia, tornando-se não só um local para morar, mas também um estilo de vida. O principal diferencial dos Lofts é: sala, cozinha, quarto e banheiro. Tudo em um só cômodo.

    Tubulações elétricas e tijolos aparentes, pé direito alto e grandes janelas são características desse tipo de construção. Eles devem ser adaptados de acordo com a personalidade dos donos, que geralmente são os casais sem filhos ou pessoas jovens e solteiras.

    No Brasil atualmente os lofts são cerca de 20% mais caros do que o de um apartamento convencional no mesmo local. E privacidade é algo difícil, uma vez que todos os cômodos estão num só lugar, por isso, a saída encontrada para os Lofts brasileiros foram os quartos no pavimento superior da construção. Para conseguir separar cozinha e banheiro dos demais ambientes, é preciso originalidade. A intenção é evitar que os cheiros se espalhem ou que a umidade estrague algumas peças de decoração, por exemplo.

    Se você pensa em morar num Loft, vão algumas dicas para delimitar ambientes: utilize móveis e cores (que devem seguir uma harmonia, afinal os cômodos são integrados). Outra opção é fazer uso de móveis com dupla função. Lembre-se: os Lofts já nasceram com personalidade, o desafio é transcrever toda essa personalidade no ambiente. Boa sorte!

  • autoamcao

    Automação: tendência na arquitetura

    Automação: tendência na arquitetura

    Controlar sua casa a longa distância através de tablets, smartphones ou até da biometria virou realidade: são as chamadas “casas inteligentes”. Com esse artifício, podemos controlar tudo com um simples toque: ar condicionado, iluminação, aparelhos eletrônicos, cortinas, chuveiros, janelas, portas… São infinitas as possibilidades. Além de ser prático, a integração automatizada pode gerar economia, ao desligar automaticamente as luzes de cômodos em que não existe ninguém, por exemplo.

    Você pode faz uma playlist que será tocada em todos os ambientes da sua casa, verificar câmeras, fechar cortinas e janelas, irrigar jardins e áreas sociais ou ter o controle de todos os eletroeletrônicos através de um tablet ou celular, é só algumas das possibilidades das casas inteligentes. Tudo o que a sua imaginação mandar!

    A automatização já virou tendência na arquitetura, e o melhor: não são apenas em imóveis de alto padrão que ela é possível. Projetos em desenvolvimentos ou já consolidados optam cada vez mais pela comodidade, conforto e segurança que as casas inteligentes têm a oferecer.

  • escritorio_cena_03

    Por que optar por móveis planejados

    Por que optar por móveis planejados

    A lista de vantagens de se investir em móveis planejados é imensa, principalmente a possibilidade de personalização dos ambientes de acordo com o perfil, necessidade ou estilo de cada dono. Há uma infinidade de acabamentos, cores e texturas, fazendo com que o seu projeto seja único e exclusivo.

    A tendência do mercado é espaço cada vez mais compacto, fazendo com que um projeto de móveis planejados seja imprescindível se você quer espaços bem aproveitados. Os móveis planejados se ajustam perfeitamente aos ambientes, otimizando o espaço. Nada de sobras e vãos, é 100% de aproveitamento!

    O processo, em média, para a compra e execução dos projetos de móveis planejados (do planejamento até a finalização da montagem), pode demorar a partir de 45 dias. Outras vantagens: algumas lojas oferecem garantias, dão assistência técnica para os clientes que optam por esse tipo de projeto.

    Super dica! Opte por portas deslizantes para o seu projeto: você ganha mais espaço e praticidade.

    Os móveis planejados são, relativamente, mais caros que os móveis modulados, mas nada que uma boa pesquisa na hora da compra não resolva. Outra dica importante: na hora de fechar o seu projeto, não esqueça de consultar profissionais especializados ou um arquiteto.

  • dormitorio_cena_03

    Por que optar por móveis planejados

    Por que optar por móveis planejados

    A lista de vantagens de se investir em móveis planejados é imensa, principalmente a possibilidade de personalização dos ambientes de acordo com o perfil, necessidade ou estilo de cada dono. Há uma infinidade de acabamentos, cores e texturas, fazendo com que o seu projeto seja único e exclusivo.

    A tendência do mercado é espaço cada vez mais compacto, fazendo com que um projeto de móveis planejados seja imprescindível se você quer espaços bem aproveitados. Os móveis planejados se ajustam perfeitamente aos ambientes, otimizando o espaço. Nada de sobras e vãos, é 100% de aproveitamento!

    O processo, em média, para a compra e execução dos projetos de móveis planejados (do planejamento até a finalização da montagem), pode demorar a partir de 45 dias. Outras vantagens: algumas lojas oferecem garantias, dão assistência técnica para os clientes que optam por esse tipo de projeto.

    Super dica! Opte por portas deslizantes para o seu projeto: você ganha mais espaço e praticidade.

    Os móveis planejados são, relativamente, mais caros que os móveis modulados, mas nada que uma boa pesquisa na hora da compra não resolva. Outra dica importante: na hora de fechar o seu projeto, não esqueça de consultar profissionais especializados ou um arquiteto.

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=62cozinha_cena_01 cozinha_cena_02 cozinha_cena_03 dormitorio_cena_01 dormitorio_cena_03 escritorio_cena_03

  • download

    Casas de madeira, por que não?

    Casas de madeira, por que não?

    Com toda essa onda de sustentabilidade e de natureza, as casas de madeira são uma pedida para substituir as casas de alvenaria. A madeira é renovável, além de utilizar pouco material e energia na construção das casas.

    Essas residências regulam a temperatura interior, pois a madeira absorve e expulsa a umidade. Ou seja, no verão é fresquinho e no inverno, aquecido. A acústica é outro diferencial: o som se propaga com mais facilidade, ou seja, sem muita privacidade nesse aspecto.

    A durabilidade das casas de madeira é outro ponto forte: com uma boa manutenção, essas construções perduram por muitos anos! Além de duráveis, elas são super rápidas de se construir quando comparadas com as construções de alvenaria. Dica: opte pelas madeiras de alta densidade e resistência contra os cupins e fungos.

    Não podemos deixar de reparar na beleza e estilo que as casas de madeira têm. Seja na casa de campo, no sítio ou na casa de praia, a construção em madeira deixará qualquer projeto com mais charme. Por mais que sejam construções não tão populares no Brasil, as casas de madeira vem ganhando espaço aos poucos. Fica a dica para quem está pensando em projetos para sua casa nova. Até semana que vem!

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=91

    1285599845_37926535_2-casas-pre-fabricadas-Sao-Paulo-1285599845 casa1 casa-pre-fabricada-de-madeira download images2

  • kirmora-1_large

    O assunto dessa semana é Closets. Como ter um?

    O assunto dessa semana é Closets. Como ter um?

    Difícil é ter uma mulher que nunca sonhou em ter um closet só para ela. O closet é uma espécie de guarda roupa avantajado, um quarto dentro do próprio quarto que, serve para guardar roupas, acessórios e sapatos. A maior vantagem de se ter um closet é ter a visão total de suas roupas e acessórios, facilitando na hora de montar combinações.

    São vários os modelos de closets no mercado, como madeira ou alumínio. Você pode montá-lo de acordo com o seu gosto, bolso e necessidade. Para melhor organizar o seu closet, você pode dividi-lo em partes: inferior para sapatos, superior para cabideiros e prateleiras e o maleiro para os objetos que não são muito usados. No mercado, existem os closets modulados e os planejados. Falarei a respeito de cada um.

    Os closets modulados são mais baratos, compostos por peças com medidas da fábrica. Na hora de compor um closet modulado, aposte em gavetas, prateleiras, cubos. Outra vantagem é a praticidade para montar e desmontar as peças, além da versatilidade de adequar os nichos ao seu gosto. Para montar um closet modulado, é preciso medir a área que será utilizada e comprar as peças de acordo com esse espaço.

    Já os closets planejados traz a comodidade de você fazer do jeito que você quer, otimizando o espaço que existe, além de adaptar a iluminação ao seu projeto. Hoje, no mercado, você pode turbina-lo com iluminação em leds, espelhos adesivados, etc.

    Dica: Harmonize as cores dos móveis com as cores do seu quarto, respeitando o estilo já presente no ambiente. Não dispense espelhos, tapetes e pufes para deixar o seu closet com a sua cara.

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=88355 304382 173459023119438714_zSkOJ4FL_c closet2 closet-597 closets-para-ni+¦os-infantiles foto_04 foto-112 i171084 images1 images-11 Kaley_Cuoco_Closet-002 kirmora-1_large nichospisantes Sapateira1_antes

  • pergola_depois

    Qual o melhor pergolado?

    Qual o melhor pergolado?

    Os pergolados ou pérgolas são armações em filas paralelas que, muitas vezes, servem de suporte a trepadeiras. Eles criam uma espécie de transição entre as áreas interna e externa. Os pergolados podem ser feitos de alvenaria, bambu, ferro, colunas de pedras, madeira, alumínio, etc. Quando recebem cobertura de vidro ou policarbonato, trazem um charme e protegem da chuva e dos excessos do sol.

    Eles são muito utilizados em jardins, caminhos, varandas… e quando são acrescentadas as plantas trepadeiras, trazem a natureza para o seu ambiente, tornando-o aconchegante. A dica é: para maior proteção contra o sol, menor deve ser o espaçamento entre as vigas.

    Os pergolados mais tradicionais são os de concreto e madeira. Pérgolas de concreto tem maior durabilidade que os de madeira e não exigem tantas manutenções. Em compensação, os de madeira traz um ambiente rústico, atraente ao seu espaço. Em relação ao custo, tanto o de madeira quanto o de concreto tem preços semelhantes.

    Antes de escolher qual o melhor pergolado para o seu ambiente, leve em considerações as manutenções periódicas (no caso dos de madeira e das plantas), o seu espaço e qual a proposta. Uma coisa é certa: os pergolados vão trazer muita modernidade para o seu espaço!

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=6501_a_space_distilled i182432 perg-41 pergola_depois pergolado (1) pergolado Pergolado1 PERGOLADO-3 pergolado-de-concreto pergolado-madeira-com-brise-paisagismo

  • Piso-Vinilico-Academia-RC-Pisos-003

    Piso de madeira: laminado, carpete, taco ou assoal

    Piso de madeira: laminado, carpete, taco ou assoal

    O Piso de PVC (ou vinílico) é um revestimento plastificado, de fácil limpeza, antialérgico, ati-cupim, anti-umidade e anti-chamas! Além disso tudo, a sensação quando se anda descalço nesse tipo de piso é a melhor. É importante lembrar que ele só pode ser utilizado nas partes internas. A durabilidade desse piso é enorme, já existe no mercado opções de até 40 anos se for mantido em boas condições de uso!

    Além de todas essas vantagens, há ainda a facilidade na sua aplicação: não faz muita sujeira, dispensam argamassa e pode ser aplicado diretamente nas cerâmicas, lajotas, cimentados, qualquer piso existente e sem danificá-lo (salvo cimento queimado e pedras irregulares). Na hora da instalação, a dica é manter o local limpo e sem umidade já que a aplicação é feita com cola específica.
    Mas atenção, o piso vinílico não deve ser aplicado em ambientes com muita circulação de pessoas, pois ele acaba riscando. Um bom local para ser colocado é no quarto das crianças: ele é de fácil limpeza e antialérgico, como eu já tinha dito antes.

    A variedade de modelos de piso em PVC é imensa e você deve usar o bom senso na hora da escolha. Há padrões de pedras, metais, madeiras e diferentes texturas e cores que devem harmonizar o piso com as cores dos móveis e da parede, enfim, com o ambiente da sua casa. Ele é encontrado em 3 formatos: régua, placa e manta. Quanto às espessuras e dimensões das peças, as medidas são entre 2 e 3 mm.

    Já deu pra perceber que a lista de vantagens de se aplicar esse tipo de piso só tem a aumentar! Se você não abre mão de um ambiente moderno, a sua escolha é o piso vinílico.

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=251773420786-007 bg_vinilico-004 casablanca-vintage01-1920x1508-008 Piso-PAVIFLEX-02 piso-vinilico-001 Piso-Vinilico-Academia-RC-Pisos-003 piso-vinilico-em-manta-lg-palace-15mm-top-de-linha_MLB-O-197532443_5867-009 piso-vinilico-todas-as-tonalidades-e-cores-em-belem_MLB-O-3981903736_032013-006 vinílico-0012 vinilicos_passo18-005

  • securedownload-2

    Piso de madeira: laminado, carpete, taco ou assoalho?

    Piso de madeira: laminado, carpete, taco ou assoalho?

    Na hora de construir ou reformar, o piso é um dos itens fundamental. A beleza e funcionalidade são avaliações importante na sua escolha. O piso de madeira é um dos revestimentos mais solicitados por sua praticidade, alta durabilidade e combina com qualquer decoração, além de trazer o charme e o conforto ao ambiente. A variedade é tão grande, vou comentar um pouco das características técnicas:

    O LAMINADO:
    É uma evolução do carpete de madeira, por ter maior densidade, é mais resistente a risco, impacto e abrasão. E o preço é dos mais barato. A instalação é por meio de encaixe macho-fêmea sem cola. Antes de assentar o piso, coloca uma manta para corrigir o desnível do contra piso e isso ajuda também a diminuir o ruído do ambiente.

    O CARPETE DE MADEIRA OU PISO LAMINADO DE BAIXA RESISTÊNCIA (nome técnico):
    É formado por réguas de substratos naturais e revestido de lâmina de madeira natural com acabamento em verniz, diminuindo assim a resistência a risco, impacto e abrasão. A instalação é igual ao do LAMINADO, coloca uma manta no contra piso seco com a função de melhorar o ruído e nivelar, recebendo logo em seguida as réguas no encaixe de macho-fêmea. Uma dica importante para esse tipo de piso é usar feltro nos pés dos moveis para evitar risco no piso.

    O TACO:
    Esse revestimento é encontrado em pequenas placas retangulares. Para começar a instalação, é necessário que a superfície esteja bem nivelada e seca, somente assim, evitará que as placas de madeira se soltem com o tempo (um problema comum nesse piso), e a fixação é realizada com cola asfáltica. Após instalar o piso, o mesmo é raspado e recebe uma camada de resina a base d’água.

    O ASSOALHO:
    Usa régua de madeira maciça, tendo espessuras e tamanhos variáveis. Escolhendo esse tipo de piso, é preciso se preocupar com a umidade do ambiente, pois as peças sofrem facilmente dilatação ao longo do tempo. Na instalação tem que deixar pequenos espaços entre as placas, suficiente para o movimento natural das peças. O assoalho é colado e parafusado no contra piso com as réguas formando desenhos longitudinais ou diagonais.

    A opção certa para seu ambiente irá depender da situação. O piso de madeira sempre deixa o ambiente mais aconchegante, basta saber escolher a opção ideal.

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=7securedownload securedownload-1 securedownload-2 securedownload-3 securedownload-4 securedownload-5 securedownload-6 securedownload-7 securedownload-8 securedownload-9 securedownload-10

  • 89-450x562-decoandliving-com

    Toque final em vermelho

    Toque final em vermelho

    O vermelho – a simbologia do vermelho está relacionada ao coração, ao erotismo, à nobreza, à força da vida. Mas é preciso entender que tudo em excesso aumenta, multiplica as sensações simbólicas. No caso do vermelho, o uso exagerado implicará num instabilidade emocional e à agressividade. Devendo ser bem empregado e com prudência.

    Na decoração, é impossível não parar e prestar atenção em um ambiente onde ele é predominante. Utilizando na parede a cor é bem vinda, mas não pecar pelo exagero. Tudo em excesso não é legal, pode tornar o ambiente cansado e enjoar futuramente.

    Dica: decore o espaço com cores neutras, eleja uma cor (vermelha, por exemplo) e finalize com peças mudando somente o tom da cor. O segredo consiste em eleger apenas um elemento de destaque e ter harmonia.

    O vermelho causa receio em algumas pessoas. Para aqueles que não têm certeza em relação à nova decoração, a dica é, adicione aos poucos elementos decorativos, fáceis de serem substituídos (almofadas, peças decorativas, quadros) e sinta o poder que a cor traz ao ambiente.

    O vermelho pode ser chic, inspirador, alegre e motivador, mas precisa ser bem empregado, preservando o estilo e o tema desejado para cada ambiente. Para não haver equívocos, o aconselhável é usar o vermelho com equilíbrio. Cores que realçam o vermelho e combinam muito bem com ele são os brancos, tons pastel, cinza e o preto, que podem trazer desde um toque de glamour até um sutil estilo oriental.

    Faça o vermelho dar um toque final no seu ambiente, um toque com moderação e veja o resultado final, uma sensação de poder.

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=32decoração-de-casa-com-vermelho-ideiajovemcom decoracao-casa-vermelho-sala-dicasdecoracao.com_ almofada-vermelho-decoracao-de-interiores-adv73076g-decoracao-casacombr 6612554_gotE1-casamiddas-com 6612523_VEzHy-casamiddas-com 333227-ideias-decoracao-salas-com-vermelho-mundo-das-tribos 89-450x562-decoandliving-com 98-450x562-decoaandliving-com 3 2

     

  • 0000-imagem-da-STEPHANIE1 (1)

    Como transformar um ambiente pequeno

    Como transformar um ambiente pequeno

    Recebemos um e-mail de uma leitora descrevendo as dificuldades em morar num ambiente de 34m². Ela nos pediu algumas dicas que pudessem deixar o espaço aconchegante e organizado.

    “Moro em um kitnet e queria algumas ideias para deixar meu pequeno lar mais aconchegante. A cozinha é separada do quarto/sala. Eu queria um sofá, para que ninguém precisasse sentar na minha cama…”
    Stephanie Nunes Brasília – DF

    O loft da Stephanie tem apenas 34m², o quarto e a sala tem 21,5m² e eles se conjugam sem divisões.

    Nossa dica para organizar este espaço, seria dividir e ao mesmo tempo integrar.
    Vamos usar móvel, um suporte giratório de tv, para separar a sala do quarto, possibilitando que o mesmo televisor possa ser utilizado nos dois ambientes. Na parte superior deste móvel, a Stephanie terá um espaço para guardar livros, dvd’s, e outros objetos. Na parte inferior, um cantinho para acomodar três pufs, dando um conforto maior na hora de receber as suas visitas. Logo a frente deste suporte giratório, vamos colocar o que ela está querendo, ‘ele – o sofá’.

    Outra dica que recomendamos para proporcionar uma sensação de um espaço amplo seria um espelho colado do piso ao teto por trás do sofá.

    Para completar este ambiente aconchegante e organizado, sugerimos inserir um guarda-roupa isolando a entrada da cozinha, para que quando estivesse no quarto não visualize a área molhada.

    Além disso, vamos criar mais um espaço para pendurar quadros ou fotografias, seria o hall que dá acesso à cozinha.

    Tem mais, o fundo do guarda-roupa deverá ser coberto com uma folha de madeira que simule uma parede. Assim, podemos decorar com papel de parede ou simplesmente deixá-la aparente.

    Com criatividade, o cantinho ficou na medida perfeita para morar confortavelmente e ainda com charme.

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=620000-imagem-da-STEPHANIE1 (1) 002 003 005

  • dormitorio_cena_02

    Móveis planejados para aproveitar espaços

    Móveis planejados para aproveitar espaços

    Todo mundo já sabe das qualidades dos móveis planejados: são bonitos, funcionais e práticos! E como a tendência do mercado são áreas cada vez menores para ocupar muito mais gente, cada m² é importantíssimo. Mas, para ajudar no aproveitamento de alguns espaços, é preciso seguir algumas dicas preciosas na hora de planejar os seus móveis

    É importantíssimo ter a planta baixa do imóvel ou ambiente, através dessas medidas é que será possível avaliar qual a melhor opção de tamanho para cada área. Outra dica é: antes de encomendar o móvel, visualize as suas necessidades, quais são os objetos que você mais usa, quais os de menos uso e como eles ficarão guardados nos móveis? Os objetos com maior circulação deve estar sempre com fácil acesso.

    Dicas importantíssimas: Evite móveis acima de 1,80m de altura, pois nem todos tem acesso aos nichos e armários quando aplicados a essa altura. Mais uma: escolha materiais que facilitem a limpeza, para evitar danos causados com o uso.

    Para ambientes pequenos, não dispense as portas de correr. Mas, se espaço não for o problema, as portas tradicionais ainda são as melhores escolhas: a visibilidade é maior com as portas tradicionais.

    Com as escolhas certas e a análise das suas necessidades, não tem como errar na hora de planejar os seus móveis. Mãos à obra!

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=62

    dormitorio_cena_02 dormitorio_cena_03 dormitorio_cena_04 dormitorio_cena_05 dormitorio_cena_06 sala_cena_01 sala_cena_02 sala_cena_03 sala_cena_04

  • 17f8c523452ad7ff2b5b14b34f811d06

    Um novo modelo de casa sustentável

    Um novo modelo de casa sustentável

    Sustentabilidade é um assunto muito abordado, principalmente se o objetivo é construir ou decorar uma residência. Muitos se perguntam como se pode agregar o conceito de casa sustentável quando se pensa em um projeto de moradia, mas já existe uma maneira de tornar o seu lar agradável e ajudar o meio ambiente utilizando algo que não se tem mais uso. Como? Usando containers.

    Container é aquela caixa enorme de metal utilizada para transportes de cargas marítimas. Seu tempo de vida é de aproximadamente 10 anos, ou seja, são matérias descartáveis. Esse tipo de material está sendo usada por arquitetos para construir novas moradias tomando o conceito de eco-arquitetura, o que torna a construção sustentável.

    O uso de materiais alternativos não tira a beleza da moradia, pelo contrário, agrega a ideia de moderno e sofisticado, mas alguns cuidados devem ser tomados antes da colocação desse objeto no desenvolvimento da sua residência. E a principal pergunta seria: não vai esquentar muito já que o container e feito de aço?

    Isolantes térmicos devem ser usados para que a moradia não aqueça, já que os containers são revestidos de aço corten. É um material muito resistente a corrosão, sendo este um ponto positivo para o seu uso na construção.

    A primeira vista parece ser complicado transformar enormes caixas em uma moradia linda e decorada, mas com muita criatividade e planejamento um arquiteto consegue modelá-la. Residências com dois andares, quartos, cozinha, sala ampla e tudo muito bem decorado, sem gastar muito e com um material sustentável, um sonho que está se tornando realidade.

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=5017f8c523452ad7ff2b5b14b34f811d06 17fb54f47a4d17321b65a60a3f45086e 64e0dfebed1efc67c4613e84368e84df ae3a6c835751007545bc14252fa36f61 c362b6512990a31efdda27eaf8e8c054 f8ed55e4ad396a74b7fdf4ca84084793 f45ad9416f826a0dbe262d6ba66ed0d1

  • 1610048_587090781372077_1831563878_n

    Mobiliários para varanda

    Mobiliários para varanda

    A tendência nos novos projetos de apartamentos é tratar a varanda como extensão da sala de estar, quase tornando um ambiente só, quase sem notar o limite entre os dois ambientes. Por isso, vamos tratar dessa nova área social que vem ganhando muito charme e atenção!

    Por menor que seja a varanda, com os móveis certos, dá pra criar um ambiente aconchegante e acolhedor, com muito estilo e beleza. Invista em mesas e cadeiras pequenas, não precisa de uma quantidade grande de móveis. As plantas darão o acabamento que você precisa para um ambiente aconchegante. Invista em jardins verticais, eles ocupam pequenos espaços e não atrapalham a movimentação de pessoas. Além disso, dão um ambiente super natural ao seu cômodo.

    Os melhores materiais para o mobiliário da sua varanda são os de juta, bambu, madeira… Todos com toque rústicos e resistentes ao sol e chuva. Mas sempre leve e suave! Outra dica são os candelabros para criar um ambiente com clima Zen.

    No mercado, cada vez mais opções estão presentes para quem quer investir nesse espaço. Não esqueça que, como as varandas estão cada vez mais interligadas com a sala de estar, ela deve ser combinada com a decoração desse cômodo para criar uma harmonia entre os espaços!

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=421610048_587090781372077_1831563878_n 1653639_586560268091795_1916223314_n download download-1 download-2 download-3 download-4 download-5 images images-1

  • fig10

    Vocês conhecem as casas contêineres?

    Vocês conhecem as casas contêineres?

    Os contêineres são estruturas de aço e já montados, fortes e ao mesmo tempo leves. Eles são confeccionados para um perfeito encaixe e já estão disponíveis no mercado. Eles exigem pouca mão de obra e você pode compra-los novos ou usados.

    As casas containers chegam para trazer uma filosofia de sustentabilidade, consumo alternativo de materiais (muitos desses containers estão em desuso), além de trazer MUITO estilo ao seu projeto.

    Mas não é apenas comprar o container, pois como eles são feitos de aço (que é um bom condutor de calor), é preciso forrá-lo com um isolante térmico (já existem no mercado, isolantes que não agridem a natureza). Soldagem e corte no aço é necessário para a reforma deles. Mão-de-obra especializada é necessária, mesmo com essa ressalva, a vantagem desse tipo de obra ainda é grande. As placas cimentícias ou madeira servem de acabamento desse tipo de construção.

    Outro ponto forte: Terrenos difíceis podem receber esse tipo de construção! É muito mais economia e rapidez na terraplanagem.
    Como podemos perceber, as casas contêineres aliam o que há de mais moderno com a sustentabilidade, é um tipo de construção que pode ser barateada e traz muita personalidade. Não há dúvidas que essas podem ser as construções do futuro!

    Curiosidade: Na Inglaterra existe uma Container City. É uma espécie de bairro onde foram encaixados contêineres de diversos tamanhos e formados, para uso residencial e comercial. A aparência é divertida, com a suas cores vibrantes e com personalidade.

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=85

    fig12fig11 fig10 fig09 fig08 fig07 fig04 fig05 fig06 Fig03 FIG02 FIG01

  • image-2

    Paredes revestidas de pedras

    Paredes revestidas de pedras

    Um sucesso dos anos 50, em arquitetura e decoração, voltou com tudo nos últimos anos: aplicação de pedras nas paredes. O mercado atual traz uma diversidade de opções em tonalidades, tamanhos e formatos e acabamentos. As pedras mais usadas são as de ferro, mineira, portuguesa e S. Tomé. A melhor escolha dependerá do efeito que você quer dar ao seu espaço. As pedras mais claras dão a sensação de acolhimento, enquanto as escuras, modernidade.

    A dica é: revista apenas uma parede (a que você quer dar destaque) se a sua intenção é um ambiente moderno e confortável. Não esqueça também de casar o restante da decoração com o estilo da parede, equilibrando o ambiente.

    Para a aplicação das pedras, é preciso primeiramente uma preparação da parede que as receberá. Tudo dependerá do tipo de pedra e da forma que ela será aplicada. Outra dica: o processo de aplicação das pedras pode ser complexo, por isso nunca abra mão de contratar um profissional especializado para realizar esse serviço!

    As paredes revestidas com pedras precisam de uma manutenção especial para a limpeza: você deve procurar produtos que protejam as pedras da umidade e evitam aparecimento de microrganismos que podem eventualmente surgir.

    O preço pode assustar, incialmente, mas o efeito que se tem com as pedras pode deixar o seu ambiente aconchegante, elegante e sofisticado, além de valorizar o imóvel. Vale a pena o esforço!

    Fonte: http://arquitetoecia.com.br/blog/?cat=3image1 Hewlett-Packard image-2 image-3 image-4 image-5 image-6